Sobre o Programa

O programa de Pós-Graduação em Farmacologia visa promover o desenvolvimento do espírito científico dos alunos e sua familiarização com as informações atualizadas das várias áreas da Farmacologia, capacitando-os, desta forma, a exercerem de forma crítica atividades de docência e pesquisa.

Para atingir estes objetivos, são desenvolvidos no programa projetos de pesquisa empregando desde abordagens farmacológicas clássicas até técnicas mais recentes de biologia molecular.

O Programa conta com amplo reconhecimento, tanto nacional, recebendo o conceito máximo da CAPES (inicialmente A e posteriormente nota sete) desde a sua criação em 1970, quanto reconhecimento internacional, já tendo formado 352 mestres e 282 doutores até dezembro de 2017. Um levantamento recente mostrou que aproximadamente 70% dos doutores egressos estão em instituições de ensino ou pesquisa públicas, 8% em instituições privadas, 12% em estágio de pós-doutorado e, apenas, 10% deixaram a vida acadêmica. Muitos destes ex-alunos ocupam hoje posição de destaque no cenário do ensino e pesquisa em Farmacologia no Brasil. Quanto ao aspecto internacional, os laboratórios vinculados ao programa mantêm colaborações com várias instituições de diferentes partes do mundo, o que resulta em projetos e publicações em conjunto, visitas mútuas de pesquisadores e estágios de nossos alunos em laboratórios estrangeiros.

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas – Farmacologia conta com docentes permanentes e colaboradores, conseguindo assim manter a qualidade e o desempenho que sempre o caracterizaram. Dos atuais 21 orientadores, 16 são bolsistas de Produtividade de Pesquisa do CNPq, sendo 6 na categoria 1A, 1 na 1B, 3 na 1C, 3 na 1D e 3 na 2. Além disso, quatro orientadores são membros titulares da Academia Brasileira de Ciências. Estes pesquisadores têm mantido aporte de recursos financeiros por meio das maiores e mais conceituadas entidades de fomento, como CAPES, CNPq e FAPESP, dentre outras.